"... Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca..."

Pessoal, clique em READ MORE para ler os posts completos,ok?

Guardado na memória (e no SCRAPBOOK) - Salvador/BA

Demorei um pouquinho com as dicas né?! Fiquei uma semana sem internet... :(
As meninas de Salvador fizeram trabalhos lindos e deixaram dicas ótimas sobre a capital da Bahia.
Regina
 

Casa de Yemanjá

O Rio Vermelho, bairro boêmio de Salvador, point dos acarajés mais famosos da cidade e bares animadíssimos, abriga, no dia 02 de fevereiro, a tradicional festa de Yemanjá. Durante todo o dia a casa dos pescadores (ao lado da Igreja de Santana) recebe fiéis, turistas e simpatizantes que trazem as oferendas para a Rainha do Mar: flores, perfumes, espelhos e toda sorte de itens para embelezar a Rainha. Mas, mesmo longe do 02 de Fevereiro, vale a pena visitar a Casa de Yemanjá e conhecer um pouco mais da história da festa e da cultura dos Orixás, curtir o por do sol e fazer belas fotos. Depois é só escolher: Acarejé da Dinha, da Regina ou da Cira, com água de coco ou uma cerveja bem gelada.
Regina - http://sogninelcasseto.blogspot.com.br/

Claudinha
Salvador - BA

Todo mundo que vem conhecer Salvador chega mais ou menos com um roteiro, não é mesmo?
Tem gente que prioriza os pontos turísticos, outras pessoas querem ficar do primeiro ao último dia na praia etc.
E todo mundo tem razão, afinal, férias é quando a gente pode fazer o que bem entende, dá na cabeça e no coração!
Então vou dar umas dicas assim, meio fora do circuito oficial...rs...
Humm... Se for conhecer a Igreja do Bonfim, aproveita e dá uma esticadinha até a Sorveteria da Ribeira - no bairro de mesmo nome. Lá é grande a variedade de sabores, especialmente de frutas, mas vale também pela bela paisagem de frente para o mar da Cidade Baixa. Se der tempo de pegar o por do Sol, pode escolher entre ficar lá mesmo ou dar um pulo ali perto e curti-lo na ponta do Humaitá, absolutamente indescritível!
Aliás, quando se trata de por do Sol, Salvador deixa qualquer um zonzo... E um dos lugares onde esse espetáculo é imperdível é o MAM – Museu de Arte Moderna, no Solar do Unhão, na Av. Contorno, onde também vale o passeio pelo Parque das Esculturas. Aos sábados, a partir das 18h, acontece o JAM no MAM (detalhes aqui: http://www.ibahia.com/agenda-detalhe/sessao/23301/) – som instrumental de qualidade para amantes do jazz e MPB, super recomendo!
Agora, se a andança aumentou seu apetite, vou pular os endereços mais conhecidos e dar uma dica de moradora: para mim as melhores moquecas de camarão de Salvador são as do DONANA e do PARAÍSO TROPICAL (o primeiro mais em conta que o segundo, mas ambos valem cada centavo investido). Ambos com instalações simples, comida deliciosa e pratos generosos. No DONANA meus pratos preferidos são o ensopado de camarão (que é a moqueca sem azeite de dendê) e o camarão a Joel. Funciona de 4ª a domingo e é bom chegar cedo ou ligar antes – (71)3351.8216 (Av. Teixeira Barros, s/n, Centro Comercial do Conjunto dos Comerciários, Brotas). Já o PARAÍSO TROPICAL, o nome faz jus em cada prato (feitos com frutos da época cultivados no pomar do restaurante), mas também pelo divertido e impagável chef Beto Pimentel. Pode se jogar nas moquecas, pois são feitas com frutos do coco e do dendê, dentre outros. Os sucos e caipiroscas (roscas de frutas) são uma atração à parte! Melhor fazer reserva - (71)3384.7464. (Rua Edgard Loureiro, 98-B, Cabula). Agora, no quesito acarajé, embora o da CIRA (Largo de Itapuã) seja o mais conhecido, eu gosto mesmo é do acarajé e do abará da REGINA (Rio Vermelho). Aliás, o Rio Vermelho, além de bairro boêmio, é também cheio de opções gastronômicas. Enjoy!
Mas minha melhor dica é PERMITA-SE e seja muito feliz!
Bem vindo a Salvador-Bahia, terra da felicidade!
(a propósito, as fotos do LO (inclusive a da nuvem do por do Sol) é do Porto da Barra, a praia com banho de mar mais gostoso da cidade – exceto aos domingos...rs...)
Beijocas e AXÉ!


Meninas, muito obrigada pela participação de vocês!!
Vou dizer, essa sorveteria na Ribeira é fantásticaaaaa! Tem sorvete de tudo que pensar (e o que não pensar também!)

7 comentários:

Tati 18 de abril de 2012 09:01  

Ah Salvador! Minha desafeta, cidade que eu pretendo voltar nunca mais, hehehe.

Traumas a parte (eu já suspeitava, mas lá tive certeza de que não gosto MESMO do combo sol+calor+transitosurreal+trabalhoderoupasocial), estive na cidade umas 15 vezes e conheci muita coisa legal e fora do circuito turistico. Eu passava a semana toda sozinha por lá e como ficava de carro e tinha as noites livres, perambulava por tudo! Ficava hospedada ou na região do Rio Vermelho ou em Itapoã, então me jogava no acarajé da Cira e na tapioca da Dinha (ou ao contrário, não lmebro!he) toda noite antes de voltar pro hotel!! Comi muito carangueijo e queijo coalho, entre outros. A culinária bahiana é um diferencial a se considerar!

E a sorveteria da Ribeira, ah a sorveteria.... É muito boa, mas o problema é chegar lá, o transito da cidade é complicado e quando levei a Katia lá passamos somente quase 3 horas paradas em um giga engarrafamento, acho que deve até ter post aqui sobre essa aventura!

Uma dica: lá nas redondezas da sorveteria tem um cara que faz pinturas em azulejo, coisa fantástica, muito mesmo, vale a pena uma visita.

Ana Lu 18 de abril de 2012 09:17  

Afe ... vou concordar com a Tati ... Salvador definitivamente não me traz boas lembranças!

Mas também, quem mandou quere conhecer a icdade em pleno feriado de carnaval, né?

E depois de ver as dicas das nativas, e mais algumas outras dicas bacanas, acho que até posso pensar em voltar lá, pra conhecer 'o outro lado'....

Valeu pelo post Katia !!

Bjs

Lolô Artesanato 18 de abril de 2012 16:23  

Lindas páginas meninas
não conheço Salvador
mas gostei das dicas
bjsss
Leila

Claudinha Antunes 18 de abril de 2012 20:29  

Kátia, Querida

Super obrigada pelo convite!
É sempre uma delícia compartilhar coisas que a gente gosta. E amei poder fazer um LO inspirada em minha cidade - vc sabe, casa de ferreiro...rs...

Para as meninas desiludidas com o trânsito de Salvador, o melhor dia para esses passeios pras bandas da Igreja do Bonfim é o sábado!
Durante a semana bom mesmo é ir pra Praia do Forte e Imbassaí.
Bjks,
Claudinha

Manu 19 de abril de 2012 10:20  

lindezaaaaa...

amo a Bahia...as meninas arrasaram!

Sumemooooooo.

Bjotas sonoras.

Simone Tadima 24 de abril de 2012 14:01  

Eu estive lá e adorei, a trabalho. Eu conhecia a cidade a noite... não deu para ver todas as maravilhas de lá e com a luz do sol radiante, mas foi incrível... Quero voltar para fazer turismooooooo, tem muita coisa para fazer lá ainda!

Angel 25 de abril de 2012 19:52  

Lindos os trabalhos!!!
Claudinha, essa moqueca já está na nossa lista de "lugares pra conhecer"!!! Só tá faltando ir pra Salvador!!
que saudade!!!!
bjs

Postar um comentário

Obrigada pela visitinha.
Vou adorar um recadinho seu.
Ah, vai... deixa um "oi"! rs
Só clicar aí acima em "postar um comentário".
beijos

Quem passa por aqui!

Por onde passei...


Visualizar Por onde passei... em um mapa maior

  © NOME DO SEU BLOG

Design by Emporium Digital