"... Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca..."

Pessoal, clique em READ MORE para ler os posts completos,ok?

(Morro de São Paulo - BA)

Quando baiano te disser: "é logo ali" ou "vai demorar só uma hora e meia"... desconfie!! rss
O passeio para Morro de São Paulo sairia às 6h, o que significa que teríamos que acordar pelo menos às 5h, certo?! Então, coloquei o celular para despertar e dormimos tranquilas.
No dia seguinte, acordamos com o toque alienígena do telefone. Era a guia perguntando se já estávamos acordadas.
Estranhamos, já que ainda eram 4h40. Ah, ainda poderíamos dormir mais 20 minutos (cada minuto é precioso!!), até que minha irmã resolveu ligar na recepção para ter certeza da hora.
Foi um pulo só da cama... eram 5h40 e não 4h40, ou seja, 20 minutos para nos arrumar.
Já sou lerda para me arrumar em casa ou para o trabalho, na praia sou três vezes mais lenta. Afinal, passar protetor no corpo inteiro não é mole.
Sorte que tinha levado aquele spray! (Que é prático, mas não rende. Sem falar que fica grudando.)
Enfim, deu certo...
Aí, começa uma viagem de ônibus, que segundo os guias demoraria 1h30. rss
Depois de umas 3 horas (não marquei), chegamos ao Atracadouro Bom Jardim para atravessar até Morro de São Paulo, que fica depois da cidade de Valença.
Há um transporte, chamado "barco lento", que demoram aproximadamente 1h30, e as lanchas rápidas, que fazem em 40 minutos (mais informações aqui).
No caminho paramos em um posto para tomar café, já que o café da manhã da pousada é servido a partir das 7h, mas sai de lá sem comer do mesmo jeito. 
A lanchonete não está preparada para receber tanta gente de uma vez e por isso demoramos mais tempo que o previsto. Ainda bem que tínhamos comprado umas coisas no mercado no dia anterior. Portanto, se for fazer esse passeio, previna-se!
O engraçado foi que uma das atendentes se estressou quando fui pagar a água que peguei e soltou: "Eu só despacho. A outra que recebe!" (bem brava, kkkkk).
Rimos demais no ônibus com as brincadeiras, mas o tal do "Pititi" foi ilário. Né, César?!?!?!
Afinal, você usa ou não usa seu "pititi" com frequência???
Calma, calma... não é nada do que está pensando... kkkkk. A pessoa tinha que adivinhar a parte do corpo a partir das perguntas que fazíamos. Só isso!! E "pititi" era só a palavra para substituir o nome da parte escolhida.
Bom, mas no final deu tudo certo e logo de cara descobri que valeu a pena.




E para não falarem que não existe gente nesses posts, aqui duas das poucas fotos que tem alguém.

Irmã, prima da Ivete (história para outro post), rss
Karina, eu e Karine
Pensa numa pessoa alto astral... essa Karina é!
Como o próprio nome do lugar sugere, tem um pequeno morro para subir até o farol e onde tem uma tirolesa de 300 metros que cai no mar.
O primeiro salto é R$30,00, o segundo R$25,00 e a partir do terceiro não paga (acho que é isso!). Tudo bem que se a pessoa tiver ânimo e fôlego para subir essa "pequena" escada mais de duas vezes realmente merece a gratuidade.
A Anne (guia) disse que são 65 degraus. Tudo bem... ela é baiana! Lembre-se que eu disse: jamais acredite quando um baiano te diz que é logo ali. rsss



Quem vai saltar???
No começo fiquei na dúvida, afinal cair no mar... hummm, pra não sabe nadar pode não ser uma boa ideia. Depois decidi que não iam me deixar morrer, já que ninguém ia querer estragar o passeio, né?! kkkk

Vista de cima do Morro

Consegue ver o final da corda? Não?! Então te digo... é naquelas pedras lááááá embaixo. Se o indivíduo erra o freio, já era. kkkk
Depois de descer é só alegria... praia linda, cheia de restaurantes e pousadas. 
Imagina se hospedar numa pousadinha fofa, de frente pra esse mar e poder deitar numa espreguiçadeira com almofada e tudo, só para curtir sombra, água de coco e, quem sabe, uma massagem!!? Dos sonhos, né!? Pois lá tem várias assim. 
Achei o lugar com uma infraestrutura bem legal!! Tudo bem que as coisas não são baratas, já que só no almoço foram R$86,00 (duas pessoas). o.O



Por falar em comida, achei outra doida por sorvete como eu, a Dani. Confesso que assustei quando ela propôs de comprar meio quilo, mas descobri que não era muito no final das contas.
Dani, vai uma bola de pistache aí?! rs
Voltando à infraestrutura, eles estavam colocando madeira nessa passarela. Vai ficar lindinho quando estiver pronto.
Seguindo aí, chegamos na "segunda praia", onde pode-se optar por passeios de caiaques.




No finzinho da tarde, depois de andar um pouco e entrar no mar... pensa se não dormi! rsss
Bom demais!!!


Ah, encontrei até lugar para cambiar moedas (peso, dólar e euro eram o que tinha). Não me pareceu uma casa de câmbio, mas tinha uma placa, rsss. Apesar que acho que não é um serviço útil pra gente né!?

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visitinha.
Vou adorar um recadinho seu.
Ah, vai... deixa um "oi"! rs
Só clicar aí acima em "postar um comentário".
beijos

Quem passa por aqui!

Por onde passei...


Visualizar Por onde passei... em um mapa maior

  © NOME DO SEU BLOG

Design by Emporium Digital